GERAL

STF pode demitir quase 100 mil servidores em MG

BELO HORIZONTE (MG) - A pedido do deputado estadual Antônio Carlos Arantes (PSDB), a Assembleia de Minas, por intermédio da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, discutiu nesta quinta-feira (20), a lei complementar número 100, que efetivou mais de 98 mil servidores do Estado de Minas Gerais há sete anos sem concurso público. O propósito da audiência pública foi sensibilizar o Supremo Tribunal Federal (STF) para que mantenha a lei em vigor em Minas. O deputado Arantes defendeu a constitucionalidade da lei 100/2007, que tem preservado, por exemplo, durante esses anos o direito previdenciário (aposentadoria) e ao tratamento odontológico e de saúde a estes mais de 98 mil servidores pelo Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais de Minas Gerais (Ipsemg). “Lembrem-se que se o STF interpretar que esta lei 100 não é constitucional, mais de 98 mil pessoas vão para o olho da rua e isto é muito sério”, alertou o parlamentar.
Arantes recebeu esta solicitação da Associação de Professores Públicos de Minas Gerais (APPMG) e da Federação das Associações de Pais e Alunos das Escolas Públicas de Minas Gerais (Fapaemg). O Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar nos próximos dias a constitucionalidade da lei. Ao final da audiência pública, foi aprovado o envio da taquigrafia, além de todo o evento gravado em DVD, para os ministros do STF.
Participaram também da audiência também os deputados Duarte Belchior (PSD) – presidente da Comissão de Educação e Wander Borges (PSB), além da presidente da APPMG, Joana Darc Gontijo, do presidente da Fapaemg, Mário de Assis, o assessor de assuntos institucionais da Secretaria de Estado de Educação, Felipe Stabile; o representante da Secretaria de Planejamento e Gestão, Weslie Daniel da Cruz, o advogado da APPMG, Dácio Fernando Juliani, além de centenas de servidores que lotaram o teatro da ALMG, além de uma área interna, onde foi disponibilizado um telão.
A presidente da APPMG, Joana Darc, fez um relato emocionado e histórico de toda a luta dos servidores em prol da manutenção desta lei. Elogiou a postura do então governador Aécio Neves, que segundo ela foi um dos poucos que deu ‘a cara pra bater’ para defender a classe e resgatou também o papel importante do ex-deputado e agora prefeito de Uberaba, Paulo Piau, que também abraçou a causa destes servidores.
Mário de Assis da Fapaemg fez um agradecimento de público ao deputado Antônio Carlos por ter entendido a gravidade da situação. “A audiência foi nota 1000, foi exemplar e graças ao requerimento do deputado Antônio Carlos, nós pudemos levantar a nossa voz e falar em nome e seus educadores e suas famílias. A Assembleia aceita esta lei 100 e a quer também. O povo de Minas viu com ótimos olhos o acontecimento da audiência. Sinto-me honrado e contemplado com a postura da Comissão de Educação que abraçou a nossa causa e agradecido ao deputado Arantes por prontamente atender o nosso requerimento, que tirou a angústia do peito de 98 mil servidores”, ponderou. Tanto Weslie da Secretaria de Planejamento e Gestão e Felipe Stabile da Secretaria de Educação se posicionaram com a expectativa de que a lei seja mantida.
O relator da ação direta de inconstitucionalidade que questiona a medida, ministro Dias Toffoli, já emitiu seu voto, cujo teor não foi antecipado, e liberou a ação para ser incluída na pauta de julgamentos. A data depende apenas de uma decisão do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa. Caso o Supremo derrube a lei, os funcionários terão de deixar os cargos, mas esta não é a expectativa de todos que estiveram presentes na audiência pública na Assembleia nesta quinta-feira.
Saiba mais
A Lei Complementar 100/2007 efetivou 98 mil contratados do estado até 31 de dezembro de 2006 que trabalhavam com vínculo precário em escolas e universidades públicas, ocupando funções como professores, vigilantes, serventes e faxineiros. Eles passaram a ser lotados no Instituto de Previdência do Estado de Minas Gerais (Ipsemg). À época, os deputados estaduais conseguiram aprovar emenda que inclui 499 funcionários da função pública e quadro suplementar lotados na parte administrativa da ALMG.
A legislação foi aprovada em meio a uma grande polêmica sobre a constitucionalidade do texto. Mesmo assim, foi adiante já que a medida fazia parte de um acordo estimado em R$ 10 bilhões com o Ministério da Previdência para dar ao governo mineiro o certificado de regularização previdenciária (CRP). O documento é necessário para se obter recursos da União, o que vinha sendo feito por decisões liminares por causa de uma pendência em relação aos designados.
AC do deputado ACA

Comentários  

#1 JUÇARA HELEN DE MATO 05-02-2015 22:14
SOU EFETIVADA, EM AGOSTO DE 2015 FAREI 25 ANOS DE SERVIÇO EM SALA DE AULA NA EDUCAÇÃO, TENHO QUE TRABALHAR MAIS DOIS ANOS ATÉ QUE COMPLETE MEUS 50 ANOS PARA ME APOSENTAR, FIZ MUITOS CURSOS DE CAPACITAÇÃO E DEI TUDO DE MIM PARA ENSINAR MEUS ALUNOS. QUERO CONTINUAR MEU TRABALHO ATÉ ME APOSENTAR, GOSTO , FIZ DOIS CURSOS SUPERIORES ARTES E ESTUDOS SOCIAIS E MINHA ÁREA É A DE ARTES. NÃO TIVE A CHANCE DE FAZER CONCURSO PORQUE NÃO DIVULGAVAM OS CARGOS DE ARTES ONDE QUEM OCUPAVA ÉRAMOS NÓS EFETIVADOS, TENHO UMA FILHA DE 4 ANOS PARA SUSTENTAR, TENHO ESTE CARGO, MEU MARIDO ESTÁ DESMPREGADO POR MOTIVO DE DONEÇA E NÃO CONSEGUIU AUXÍLIO DOENÇA, TENHO UM CONSIGNADO PARA A CONSTRUÇÃO DO BARRACO QUE MORAMOS . A DEUS, NOS DÊ A CHANCE DE CONTINUÁRMOS A EXERCER COM DIGNADADE A NOSSA FUNÇÃO, ISSO REGE A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA. TEMOS MAIS DE CINCO ANOS DE VÍNCULO NO ESTADO E É LEI TRABALHISTA E CONSTITUCIONAL ESSE DIREITO. POR AMOR A DEUS NOS DEIXE TRABALHAR...
Citar
22-
09
11
B
WELLS---160816
13
15
Yama-16.03.14
E
05
18
24-
03
07
08

 

 

 

 

Últimas - Geral

Leia mais

Cemig busca ligações...
BELO HORIZONTE (MG) - A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) realizou nesta quarta-feira (26) uma ação simultânea em dez cidades mineiras para identificar possíveis ligações irregulares, popularmente conhecidas como “gatos”. O mutirão acontece durante toda esta semana e a...
Vagas de emprego disponíveis...
PASSOS (MG) - Confira as vagas de emprego no setor de captação do Sistema Nacional de Emprego (Sine) localizado no posto da Unidade de Atendimento Integrado (UAI) de Passos, na rua dos Engenheiros, 119, bairro Belo Horizonte, telefone (35) 3526-5955: Cód.  vaga Ocupação e Observações Nº de...
Câmara Mirim visita internos...
CARMO DO RIO CLARO (MG) - Os vereadores mirins vão se reunir para a primeira sessão ordinária da legislatura, na próxima sexta-feira (28), às 15h30, na Câmara Municipal, mas isso não significa que estão parados. No sábado de Aleluia (15) eles passaram uma manhã com os internos do Lar do...
MG vai ampliar atuação da...
BELO HORIZONTE - Um novo edital de chamamento público para a Rede Complementar de Suporte Social em Atenção ao Dependente Químico irá ampliar em 130% a atuação da política sobre drogas no Estado. O edital 06/2017 divulgado no dia 24 de abril pelo Governo de Minas Gerais irá selecionar 53...
Frigoríficos de peixe de...
BELO HORIZONTE (MG) - Uma grande notícia para a região Sul e Sudoeste de Minas. Depois de uma ampla mobilização do deputado Emidinho Madeira junto a Emater, o Governo de Minas e as prefeituras de Cássia e Carmo do Rio Claro, os frigoríficos de peixes que estão semi-acabados e que são um sonho antigo...
Concessionária prevê 160...
ITAÚNA (MG) - O Sistema MG-050/BR-265/BR-491, principal ligação entre Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte, e São Sebastião do Paraíso, na divisa de Minas com São Paulo, deve receber cerca de 160 mil veículos durante o feriado prolongado do Dia do Trabalhador (de 28 de abril a...
Trabalhadores da região vão...
PASSOS (MG) - Algumas categorias de trabalhadores decidiram paralisar suas atividades nesta sexta-feira (28) em adesão à greve geral marcada por centrais sindicais, confederações e federações. O movimento é uma resposta à retirada de direitos dos trabalhadores nas reformas trabalhista e...
Carmo assina protocolo para...
BELO HORIZONTE (MG) - Nesta quarta-feira (26), o secretário de Estado de Governo, Odair Cunha, o presidente da Companhia de Habitação de Minas Gerais (Cohab Minas), Alessandro Marques, e o prefeito de Carmo do Rio Claro, Tião Nara, assinaram o Protocolo de Cooperação para construção de unidades...
PMP forma comissão de...
PASSOS (MG) - Reuniram-se na última semana, 12 servidores representantes do Gabinete, Secretarias, Controladoria e Procuradoria Geral da Prefeitura Municipal de Passos (PMP) para prosseguimento do trabalho de projetos e captação de recursos pela Administração Municipal. O encontro foi conduzido pela assessora de...
Abono: Câmara aprova PL do...
PASSOS (MG) - A Secretaria de Gabinete da Prefeitura de Passos protocolou na manhã desta terça-feira (25), o Projeto de Lei (PL) de número 004, de 25 de abril de 2017, que dispõe sobre a concessão de abono e revisão geral anual dos servidores públicos municipais do Poder Executivo. A Câmara Municipal...