POLÍTICA

Para Pacheco, mineiros querem enterrar PT e PSDB

BELO HORIZONTE (MG) - Pré-candidato ao governo de Minas Gerais, o deputado federal Rodrigo Pacheco (Democratas) afirmou, nesta sexta-feira (8), em Machado, que a construção de um novo tempo para Minas Gerais passa necessariamente pelo diálogo com todos os mineiros, na intenção de ouvir e conhecer as dificuldades que atingem a maioria dos moradores das cidades mineiras e construir em conjunto uma saída para a crise do estado. O presidente do Democratas, em Minas, participou do evento 'Minas: nossos desafios e projetos', que contou com a participação de integrantes da sociedade civil e de lideranças políticas da região.
Conforme Pacheco, o tempo agora é de enterrar a polarização política que governou Minas por muitos anos, referindo-se a PSDB e PT, e de edificar “um projeto para as pessoas”, levando em conta todos os moradores dos 853 municípios de Minas, em um cenário no qual uma “cidade de cinco mil habitantes é tão importante quanto Belo Horizonte".
“É muito importante, para quem queira governar Minas, ouvir as demandas, as necessidades, colher as sugestões das pessoas, dos prefeitos, dos vereadores e da comunidade em geral. Para construirmos as saídas para escapar dessa crise. Temos que nos mobilizar e concentrar todos os esforços das pessoas de bem. Com um grande planejamento, de identificação dos problemas, mas sem nunca nos esquecermos das pessoas. Nós estamos fazendo um projeto para as pessoas, andando por Minas Gerais e ouvindo as pessoas dos mais diversos rincões”, frisou.
Pacheco afirmou que os mineiros não toleram mais o estado precário no qual Minas foi deixada pelos representantes dos dois partidos que a governaram na história recente, com questões meramente eleitoreiras, e simplesmente “quiseram se substituir e alternar no poder”. “Estamos vivendo o caos, com uma insegurança pública, com atentados que mais parecem atentados terroristas”, declarou, referindo-se aos ataques criminosos feitos pelo crime organizado em diversas cidades mineiras.
“Temos que dar um basta nisso, nesse desgoverno, que acaba por contaminar e acabar com a esperança do mineiro. O estado vive uma crise aguda, a beira de um colapso financeiro, que compromete os serviços públicos, e que foi fruto de uma série de problemas que aconteceram ao longo do tempo. Mas, principalmente, por falta de planejamento e administração desse atual governo”, disse.
O pré-candidato criticou a forma com a qual o governo estadual castiga as cidades mineiras ao atrasar repasses que são garantidos pela Constituição aos municípios do estado. Para resolver essa situação caótica, ele disse que o próximo governante de Minas precisará estar mais próximo dos moradores das cidades do estado, ouvindo suas demandas e sugestões, ajudando, assim, a criar um cenário de fomento da esperança em dias melhores. “Isso se faz também com crescimento econômico, com um estado menos burocrático, com segurança jurídica, que seja mais parceiro de quem queira investir, de quem queira empreender e não deixar sair nenhum investimento, nenhuma atividade produtiva, do estado de Minas Gerais”, salientou.  
Promessas ilusórias
Ao participar de evento em Andradas, nesta sexta-feira (8), Pacheco fez um balanço dos quase quatro anos de “desgoverno” do PT no estado e afirmou que os mineiros adquiriram, a “duras penas”, imunidade contra promessas ilusórias e não se deixam mais enganar. O presidente do Democratas em Minas Gerais discursou durante o programa “Minas: nossos desafios e projetos”, que reuniu dezenas de moradores da região, além de lideranças políticas.
Pacheco fez um diagnóstico da administração do estado e afirmou que a situação caminha para a “bancarrota” das finanças estaduais, apesar de o governo não se dar conta do sofrimento que impõe aos mineiros e aos prefeitos dos municípios mineiros. O pré-candidato disse que a população não tolera mais essa velha política de conchavos feitos em gabinetes, longe da população e de seus reais interesses.
“As pessoas não toleram mais aquele caciquismo político, aquela política do conchavo, de Brasília e de Belo Horizonte. Não se pode mais fazer tudo para ter voto. A promessa que ilude não calha mais, não tem mais ambiente. As pessoas estão muito mais espertas, estão vacinadas contra essa política da promessa ilusória”, declarou.
Pacheco apontou que, diante da calamidade na qual Minas foi enredada pela polarização política que governou o estado por muitos anos por outro lado, as pessoas querem de maneira urgente a renovação na política. No entanto, sem malabarismos, sem troca de favores entre os detentores de cargos públicos. Atualmente, o eleitorado espera encontrar homens públicos que pactuem um “compromisso sincero de trabalho, com decência e ética”.
“Além de ser moralmente questionável, o estado não tem mais espaço e possibilidade de ficar criando cargos comissionados para se fazer política. Não tem jeito de fazer política em empresa pública, onde as decisões precisam ser técnicas e pautadas pela transparência. A troca de favores não cabe mais na administração pública”, ressaltou.
Pacheco afirmou ainda que a arma do cidadão contra essa velha política é o voto consciente e em busca da renovação. “Nada terá relevância se, na hora do voto, nós repetirmos os mesmo erros. A consciência na hora do voto é algo fundamental para salvar o estado, para salvar o país dessa política antiga”, avaliou.
O prefeito de Andradas, Rodrigo Lopes, apontou que Rodrigo Pacheco tem muita disposição para ajeitar Minas e ainda possui humildade, uma mente arejada, renovada e aberta ao diálogo e à convergência de ideias. “Nós temos um pré-candidato a governador disposto a ouvir a população. Queremos mudança em Minas Gerais, queremos mudança na política. E nós precisamos de uma pessoa igual a você para governar. E nós, que estamos na administração das cidades, sabemos o tamanho do problema que o próximo governador vai enfrentar. Estamos aqui para pedir a você: eleito governador, que procure se dedicar como nunca um governador se dedicou na história de Minas Gerais para fazer esse estado, que tem um grande potencial, se desenvolver. Deixo aqui o meu apoio irrestrito a sua pré-candidatura. Conte com Andradas, que nós estaremos juntos, se Deus quiser”, frisou.
AC do deputado

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

13
09
22-
07
Yama-16.03.14
03
B
E
15
24-
WELLS---160816

 

 

 

 

Leia mais

Sepultamentos da semana
Sepultamentos ocorridos em Passos (MG) nos cemitérios Municipal e Parque Senhor dos Passos entre os dias 11 e 17 de junho de 2018: - Eni Santa Rosa Piassi, de 92 anos, era viúva. - Maria Nunes da Silva, 84, viúva. - Leonita Pereira Funchal, 82, viúva. - Marciliano de Paula Toledo, 78, união...
Morre Casinha, ex-jogador do...
PASSOS (MG) - O corpo do ex-jogador profissional José Antônio Casagrande, o Casinha, de 57 anos, será sepultado neste domingo (17), às 11h, no Cemitério da Água Verde, em Curitiba (PR). O meia-atacante, com passagens pelo extinto Pinheiros (PR), Seleção Paranaense, Botafogo de Ribeirão Preto...
Cursos oferecidos pelo Senar...
Período de 18 a 23 de junho de 2018 FORMAÇÃO  PROFISSIONAL  RURAL Trabalhador  da  mecanização  agrícola  (Colhedora  automotriz  de  café)  /  Operação  de  colheita Associação  Com. ...
Zona rural terá sinal de...
CARMO DO RIO CLARO (MG) - Na manhã desta sexta-feira (15), Carmo do Rio Claro recebeu diversas autoridades regionais. Prefeitos e vereadores vieram participar da apresentação dos programas da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab) e do Departamento Estadual de Telecomunicações...
Pacheco diz que mineiros...
Ao participar de evento empresarial em Tiradentes, nesta sexta-feira (15), o deputado federal por Passos, Rodrigo Pacheco (Democratas), pré-candidato ao governo de Minas Gerais, afirmou que sociedade civil exige mudança radical na maneira com que os detentores de cargos eletivos lidam com as atribuições dos seus...
Regional da LPD tem quatros...
PASSOS (MG) – Em razão da estreia da Seleção Brasileira de futebol na Copa do Mundo da Rússia, neste domingo (17), às 15h, contra a Suíça, os cinco confrontos pelo terceiro fim de semana do Campeonato Regional de Futebol Amador da Liga Passense de Desportos (LPD) sofreu alterações da...
Jogos do Brasil alteram...
PASSOS (MG) - O Prefeito Passos, Renatinho Ourives, considerando a realização da Copa do Mundo de Futebol 2018 e visando oportunizar a todos o acompanhamento dos jogos da Seleção Brasileira de Futebol, sem prejuízo dos serviços essenciais prestados aos munícipes, determina que: -  Fica alterado em...
CPN disputa Mineiro de...
PASSOS (MG) - A equipe de natação do Clube Passense de Natação (CPN) viajou na manhã desta sexta-feira (15), para Juiz de Fora, onde vai disputar o Campeonato Mineiro Pré Mirim/Mirim, para atletas de 8 a 10 anos.  Os garotos e garotas são os mesmos que foram para Guaratinguetá (SP) no mês...
Definida novas datas das...
BELO HORIZONTE (MG) - A Comissão Organizadora dos Jogos do Interior de Minas (Jimi), realizado pela Secretaria de Estado de Esportes, divulgou, nesta sexta-feira (15), duas notas oficiais com alterações no cronograma de execução da competição. As quatro microrregionais cujas execuções foram...
Biblioteca Municipal adota...
SÃO S. PARAÍSO (MG) - A Biblioteca Municipal professor Alencar Assis, no centro de São Sebastião do Paraíso, está passando por modernização e substituindo as fichas manuais para anotar empréstimo de livros por um novo cartão com código de barras. O sistema de controle visa...