OPINIÃO

Transplante de coração, uma perspectiva atual

Por Américo Tângari Júnior*
Que o diga um homem calmo e bem-humorado de 47 anos, que leva uma vida normal como todo bom cidadão brasileiro e cumpre com seus deveres. Casado, pai de dois filhos, trabalha de manhã à noite como auxiliar administrativo numa clínica cardiológica no centro da capital paulista.
Aprendeu a saborear a vida, principalmente por saber que é um dos melhores exemplos da capacidade da medicina de prolongar a existência ao máximo: ele completou 30 anos com um coração transplantado – talvez um dos mais longevos de que se tem conhecimento. E exibe uma saúde exemplar.
Na verdade, este senhor precisou de dois transplantes: o primeiro em l986, quando tinha apenas 17 anos. Treze anos depois, por problemas de rejeição, teve de colocar outro coração no peito, no mesmo hospital da capital paulista. Entre um e outro transplante, ele se casou e teve dois filhos, hoje com 26 anos e 22 anos.
É uma história comovente a deste homem de hábitos simples, morador da Zona Leste, de frente para o Parque do Carmo. É uma história de fé na vida.
E, como ele, todos os pacientes que vierem a precisar de um transplante devem contar com esse componente da maior importância - a crença na vida.
A história dos transplantes de coração começou difícil: o primeiro ocorreu na África do Sul em 1967, mas o paciente do Dr. Christian Barnard sobreviveu por apenas 18 dias. Daí em diante a prática evoluiu rapidamente no mundo; atualmente, a sobrevida é de 85% após um ano e de 78% ao final de três anos. Mas pode ser muito mais prolongada, com as pesquisas sobre imunologia avançando no combate à rejeição e o apoio da tecnologia nos exames mais minuciosos e precisos.
Esta é a razão de ser cada vez maior o número de transplantados sobrevivendo com mais de 20 e até com 30 anos, como é o caso de nosso personagem. A qualidade de vida também melhora sensivelmente com o passar do tempo, pois eles recuperam a capacidade física, voltam a trabalhar e até a praticar esportes.
O que leva o paciente ao transplante é a insuficiência cardíaca, na qual o coração não consegue bombear sangue o bastante para suprir as necessidades de oxigênio e nutrientes do organismo. Os indivíduos sentem falta de ar e os tornozelos incham, além de apresentar constantes arritmias.
Essa é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas no mundo. E são várias as determinantes de uma insuficiência, como doenças das válvulas cardíacas, coronárias, defeitos congênitos – e todas podem ser tratadas de modo convencional.
Porém, quando o músculo reduz seu poder de contração, a insuficiência se torna mais grave e as arritmias se acentuam; aí então os médicos começam a estudar a hipótese de substituir um coração por outro sadio.
Em muitos casos, a expectativa de vida não ultrapassa de seis meses a dois anos. Podem ocorrer anormalidades adquiridas ou congênitas das válvulas ou de outras estruturas do coração, e até mesmo condições raras, como tumores.
A rejeição era o obstáculo maior à sobrevida dos transplantados. Ela ocorre quando, por exemplo, uma pessoa sofre um ferimento no dedo e os glóbulos brancos entram em combate para destruir as bactérias, iniciando um processo infeccioso.
A mesma resposta se dá no transplante: o novo coração será atacado, pois se trata de elemento estranho ao corpo e deve ser eliminado. Mas os medicamentos imunossupressores evitarão esse ataque, permitindo que o novo órgão funcione.
Até recentemente, os efeitos colaterais da medicação contra rejeição afastavam crianças e pessoas mais idosas dessa possibilidade. Agora, crianças e idosos com mais de 70 anos são aceitos naturalmente como receptores.
As chances de sobrevida longa dependem em parte do estado dos outros órgãos, principalmente cérebro, pulmões, fígado e rins. Os pacientes que apresentam esses problemas podem não se beneficiar do transplante.
Mas todos concordam: é decisivo para o sucesso do tratamento o estado psicológico do paciente, que deve cooperar com a orientação médica e, ao mesmo tempo, ter amparo familiar consistente.
Porém, para que tudo funcione, é preciso haver um doador; ou uma família disposta a doar o coração e outros órgãos de seu ente querido recém falecido para que outro ser humano sobreviva. As informações nesse sentido avançam pouco no Brasil, mas avançam, e a esperança é a de que as filas se reduzam ao mínimo. Atualmente no Brasil são realizados aproximadamente cem transplantes de coração; nos Estados Unidos, cerca de 1.400 ao ano.
No Estado de São Paulo, uma Central de Órgãos da Secretaria de Saúde centraliza a lista única dos receptores cadastrados pelas diferentes equipes transplantadoras. Quando surge notificação de um paciente em coma irreversível, o computador da Central analisa a compatibilidade de peso corporal e tipo sanguíneo, seleciona o receptor mais antigo previamente inscrito e avisa à equipe respectiva para realizar a operação.
Receptores com quadros clínicos mais graves, internados em UTI, fazendo uso de medicação endovenosa ou aguardando com o coração mecânico - também uma realidade tecnológica muito atual -, recebem prioridade.
E assim começará uma nova etapa da existência do paciente receptor – ou mais uma conquista da medicina para o ato de viver.
* É médico cardiologista do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.
- Toda opinião expressa neste espaço é de total responsabilidade de quem a emite.
- Estas informações podem ser lidas também nas seguintes redes sociais: Facebook (passosmgonline), Twitter (@eziosantos), Google+ (Ézio Santos) e podem ser compartilhadas.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

13
18
WELLS---160816
07
03
09
22-
E
08
24-
15
Yama-16.03.14
05
11
B

 

 

 

 

Leia mais

Cássio destina veículos...
BELO HORIZONTE (MG) - O deputado estadual Cássio Soares fará a entrega de veículos que serão destinados ao transporte de pacientes de 10 cidades da região. Essa é uma das principais necessidades apontadas por lideranças políticas que fizeram a solicitação ao deputado. A entrega...
Prorrogados quatro concursos...
BELO HORIZONTE (MG) - O governo de Minas Gerais prorrogou, por mais dois anos, os editais das secretarias de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e de Estado de Educação (SEE) 02, 03, 04 e 05, todos de novembro de 2014, referentes aos concursos públicos para provimentos de cargos de professor de educação...
Emidinho entrega caminhonete...
PIUMHI (MG) - O deputado Emídio Madeira, o Emidinho, esteve em Piumhi nesta quinta-feira (21), para entregar uma caminhonete Saveiro zero km à Secretaria Municipal de Agricultura e kits esportivos para setor de esportes. De acordo com a secretária Municipal de Agricultura, Helenice Miranda, esse apoio do deputado é muito...
Renato protesta em favor dos...
BRASÍLIA (DF) - O Deputado Federal Renato Andrade protestou juntamente com os demais parlamentares mineiros em defesa dos produtores de queijos artesanais. A mobilização ocorreu após a Vigilância Sanitária impedir a comercialização de cerca de 160 quilos de linguiças e queijos artesanais em um...
Uaitec de Capitólio será...
BELO HORIZONTE (MG) - A Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (Uaitec) inaugura sua primeira unidade em Capitólio (MG), na próxima terça-feira (26), às 14h30. O polo ofertará seis cursos da área de tecnologia da informação e dois de idioma, na modalidade semipresencial, e cerca de 70...
Escolinha de futsal comemora...
MONTE SANTO DE MINAS - Nos meses de setembro e outubro a Escola Futsal Daniel de Monte Santo de Minas comemora 22 anos de atividades com os objetivos de educar e ensinar a prática do esporte. De acordo com a programação das festividades, no início deste mês, as equipes das categorias de base estiveram atuando na cidade...
Sociedade civil cria os...
PASSOS (MG) - 'Amigos da UPA' é uma iniciativa que surgiu de um grupo de pessoas que se mobilizou inicialmente para a pintura da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e, posteriormente com a necessidade de suprimentos simples que proporcionam mais conforto aos usuários como colchões, lençóis, etc, que pelo...
Quartas de final do...
PASSOS (MG) - A fase quartas de final do Campeonato Regional de Futebol Veterano, o Quarentão da Liga Passense de Desportos (LPD), começa a ser disputada neste sábado (23). Em Passos, no Estádio Municipal Geraldo Starling Soares, se enfrentam Alvorada x Industrial de Itaú de Minas, e no Estádio Municipal...
Governo de MG nomeia 464...
BELO HORIZONTE (MG) - A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) publicou nesta sexta-feira (22), no Diário Oficial do Estado, a nomeação de 459 professores aprovados em concurso público realizado para a Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg). Na quarta-feira (20), o governo já havia publicado a...
Oitavas do Torneio de Truco...
PASSOS (MG) - Começou nesta quinta-feira (21), a fase quartas de final do tradicional Torneio de Truco do Clube Passense de Natação (CPN) que leva o nome permanente de um dos diretores, Tarcélio Santiago da Silveira. As 16 duplas se enfrentam pela primeira rodada da melhor de três, a partir das 20h, no salão...