OPINIÃO

As migalhas e as dúvidas

Por Alexandre Brandão*
Depois dos jogos, a orla Conde será tomada pelos cracudos? Pelos tarados? Pelos fantasmas dos inocentes (negros jovens na maioria) que têm morrido na guerra promovida pelo Estado contra o tráfico?
Não sei.
A cidade olímpica irá se transformar num grande parque para urubus, macacos, capivaras e outros animais famintos desalojados da floresta e dos mangues? Ficará ao relento, depreciando-se a olhos nus e incapazes de tomar qualquer providência contra isso?
Não sei.
A grana embolsada por esse e aquele sangrará os estoques de remédios dos ambulatórios? Sujará mais ainda a baía que deveria ter despoluído? 
Não sei.
Não sei se não sei, mas gostaria muito de não saber. Saber, nesse caso, é pior do que não saber. 
Na confusão na qual estou metido ecoa a frase do Luiz Antonio Simas (historiador carioca) que minha amiga Shirley Vilela compartilhou no Facebook. Ele diz: “Meus avós tiveram a sabedoria de me ensinar o seguinte: a gente não faz festa porque a vida é fácil. A gente faz festa exatamente pela razão contrária. A cultura do samba veio desse aparente paradoxo. Não se samba porque a vida é mole. Se samba porque a vida é dura.” 
A caminho de um lançamento de livro na Prainha, cruzei, na orla Conde, com a bateria de uma escola de samba. Atrás e ao lado dela, as pessoas, mais brasileiros que gringos, dançavam. Dançavam porque a vida é dura. Dura porque muitos perdem seus empregos; porque a lista de futuros prefeitos é pouco animadora; porque as cicatrizes da esgrima política — os que trocaram suas convicções pela política suja contra os que sempre praticaram a política suja e, por um tempo, aliaram-se aos ex-convictos para lhes dar, em seguida, uma rasteira — ainda vão doer por muito tempo; porque, silenciada a festa, os tiros que continuam ceifando vidas no Alemão, na Maré, nesse céu de favela que temos por aí vão zoar fortes como nunca.
Vou de frase feita: não sei de nada, mas desconfio de muita coisa. Desacorçoado, me abraço ao pessimismo e concluo cheio de clichês: a rapadura, apesar de doce, é dura. Eu não sei sambar.
- Toda opinião divulgada neste espaço é de total responsabilidade de quem a emite.
* É escritor passense, mantém o blog 'No Osso' (http://noosso.blogspot.com) e seu e-mail é: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

15
22-
03
Yama-16.03.14
07
B
WELLS---160816
13
24-
E
09

 

 

 

 

Leia mais

Celular: Vereador assume...
CARMO DO RIO CLARO (MG) - Diante dos frequentes atrasos no pagamento da conta de energia que garante o funcionamento da antena retransmissora de sinal de telefonia móvel no distrito da Vilelândia (Três Barras), o vereador João dos Reis Vilela, João do Tiãozão, decidiu assumir os pagamentos. Por dias, os...
Comercialização do café é...
PASSOS (MG) - Com um ano de aplicação, o Curso de Comercialização de Café do Senar Minas tem transformado a visão de muitos produtores e os motivados a enfrentar um mercado com ações mais profissionais. Esta é uma das respostas encontradas em Cabo Verde, Sul do Estado, onde a...
Definidas ações para...
SÃO S. PARAÍSO (MG) - Lideranças de várias cidades da região estiveram reunidas em São Sebastião do Paraíso quando debateram sobre as atividades do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável de Resíduos Sólidos. O encontro foi realizado na sede da...
Cássio cobra novamente...
BELO HORIZONTE (MG) - Diante dos perigos que a população de Passos corre ao tentar atravessar a Rodovia MG-050, no trecho que corta a cidade, o deputado estadual passense, Cássio Soares, esteve na última semana em reunião com Joselito Castro, diretor executivo da empresa AB Nascentes, administradora o Sistema MG-050,...
Comissão aprova convocação...
BELO HORIZONTE (MG) - A Comissão de Agropecuária e Agroindústria da Assembleia Legislativa aprovou, na tarde desta quarta-feira (25), a convocação da presidente da Copasa, Sinara Inácio Meireles Chenna, para que compareça ao Legislativo a fim de prestar esclarecimentos sobre os diversos problemas que a...
Palestra marca a II Semana do...
SÃO S. PARAÍSO (MG) - Uma palestra com a escritora e pedagoga Regina Shudo, especialista que acumula mais de 30 anos de experiência em Educação Infantil, marcou a II Semana do Bebê, promovida pela Prefeitura de São Sebastião do Paraíso. O evento gratuito aconteceu na noite do dia 23 deste...
PIB Passos comemora 51 anos
PASSOS (MG) - Neste sábado (28), a Primeira Igreja Batista (PIB) em Passos comemora 51 anos de seu ministério. A igreja  tem como pastor principal Gilberto Furtado, que para comemorar a data contará com a presença do preletor pastor Edvaldo Oliveira, criador do Ministério Minuto com Deus. A...
Projetos visam saúde nas...
PASSOS (MG) - A Câmara Municipal de Passos aprovou em segundo turno o Projeto de Lei (PL) número 069/2017, de autoria conjunta dos vereadores Raimundo Leandro (PR) e Téo Lemos (PSD), que dispõe sobre a realização de análise laboratoriais das águas dos reservatórios das escolas, creches e...
Feriadão: Concessionária...
DIVINÓPOLIS (MG) - O Sistema MG-050/BR-265/BR-491, principal ligação entre Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte, e São Sebastião do Paraíso, na divisa de Minas com São Paulo, deve receber cerca de 205 mil veículos durante os cinco dias do feriado prolongado do Dia do Trabalhador...
Vacinação de bovinos e...
BELO HORIZONTE (MG) - Começa na próxima terça-feira (1º), a primeira etapa anual de vacinação contra a febre aftosa em Minas Gerais. Produtores rurais terão até 31 de maio para vacinar bovinos e bubalinos, independentemente da idade. O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), vinculado à...