OPINIÃO

Opinião: "Acorda!"

Por Maurílio Romão*
Dia 19 de março de 2014 aconteceu, no prédio da Prefeitura Municipal de Passos, a licitação da  ‘Paixão de Cristo 2014’. Modalidade: Tomada de preço.
Sim, é isso mesmo.  A Paixão de Cristo - espetáculo de tradição de mais de 20 anos na cidade - virou um ‘produto de empreita’ onde a Prefeitura lava as mãos sobre seu destino e delega ao vencedor do menor preço.
O espetáculo em questão é mais (ou deveria ser) que um evento anual, é parte indissociável de nossa cultura, portanto não deveria ser  um objeto de licitação!
‘A Paixão de Cristo’ tem arrastado milhares de centenas de pessoas de Passos e região ao longo dos anos, elevando o nome da cidade e, principalmente, reconstruindo os passos de comunidades, representadas no espetáculo, num ato de fé.
Como licitar o espetáculo que conta, integralmente, com atores da comunidade que não ganham um tostão para fazer o espetáculo? Fazem pelo prazer, pela fé que levam consigo, pela ânsia de dizer algo através da arte. Como rifar a direção, a produção? Quem não vivenciou, culturalmente o espetáculo não sabe os anseios daqueles que se movem o ano todo para fazê-lo acontecer: o elenco!!!
O que a Prefeitura não tem conhecimento é que o elenco é quem faz a ‘Paixão’ acontecer, não é o Poder Público! O poder público – como ele tem atuado - é um mero agente de repasse de recurso, coisa que até o crime organizado poderia fazer – a exemplo das Escolas de Samba.
Não existe o interesse de saber como o todo reverbera nos atores, público e cidade. A Prefeitura ignora o valor antropológico deste espetáculo ao ar livre.
Eu convido o poder público a tomar um pouco de responsabilidade no que acerca o espetáculo, entenda, de uma vez por todas, que ele - o espetáculo - pode crescer muito, crescer mesmo, ser turístico, ser socialmente possível, sem usar o elenco e sumir até o próximo ano.
Aí vem um ou outro desavisado (a) que vai dizer: ‘Está dizendo isso por que vai ter concorrência‘. Prezado (a) Desavisado (a), tenho 20 anos de ‘Paixão’, já fui público, entusiasta, ator, assistente, co-Diretor, Diretor em parceria e Diretor Geral. Eu vivo a Paixão! Já passei por todas as fases da Paixão, conheço além do espetáculo, conheço o que está envolto dele. Cultura não tem concorrência, tem coerência!
 Ano retrasado foi feito um convênio para executar a paixão, ano passado licitação (que uma empresa de fora, que não conhecia o espetáculo e sua realidade. Iam fazer com o grupo da cidade de Guaranésia (MG), de 15 pessoas e trazer uma apresentação pronta!!!).
Imaginem se o  ‘vencedor ‘ da licitação do ano passado fosse a empresa de Guaranésia?  Como ficaria o elenco daqui que espera o ano todo para experienciar o espetáculo, para vivenciar sua fé através dele? Esse ano colocaram no edital que o espetáculo deve ser feito com o ELENCO daqui. Bom, pelo menos me ouviram nesse ponto. Fundamental. 
A licitação não foi resolvida no dia 19, pasmem! Ela será resolvida, com a abertura dos envelopes, dia 28 (sexta-feira) faltando exatamente 15 dias para a produção de um espetáculo de mais de 100 atores e dezenas de profissionais envolvidos, correndo o risco iminente de NÃO ACONTECER por falta de tempo hábil!
Sempre que a PMP através de seu Departamento de Cultura precisa de algo, é assim: “ Fulano, faça isso para o 14 de maio?” ou “Sicrano, apresenta isso para reunião não sei do quê?” ou ainda, “Beltrano, a turma do teatro pode fazer isso ou aquilo voluntário?”
A ‘Paixão’ é o único espetáculo que a prefeitura promove, único que gera emprego direto e indireto para os profissionais do teatro e, justamente nesse espetáculo que querem abrir para outras cidades? E os artistas locais? Aí vem outro (a) desavisado(a): “Pipipi, papapa, que licitação não pode inibir e tarara”. Se quiserem continuar licitando, que seja! Mas com pelo menos com tempo de antecedência. Ouçam, Poços de Caldas só aceita em seu edital para o JulhoFest ou para o Natal de Poços, propostas de ARTISTAS LOCAIS, conseguem fazer isso porque tem Lei Municipal de Cultura que assegura essa conquista aos artistas de lá. 
Quero que sejam artistas que conheçam a estrutura social  do espetáculo, que acrescente na vida pessoal do elenco, que reconheça no espetáculo sua carga cultural.
Durante um tempo quis, realmente, que esse modelo da ‘Paixão’ acabasse, esse modelo de fazer a toque de caixa, rapidinho, para cumprir calendário, sem preocupação estética, sem envolvimento, enfim: acabasse para recomeçar. Hoje ainda penso em reestruturação, mas entendo o porquê a Paixão ficou estática: o poder público  sucateou durante anos e anos e continua sucateando. Não se trata da presente gestão! O descaso vem de várias!
“Mesmo sabendo disso tudo você entrou na licitação?” Sim, entrei! E principalmente por saber disso tudo!
A ‘Paixão’ é minha, é sua, é da comunidade. Enquanto eu puder fazer algo para que ela permaneça, farei. Coisa de apaixonado. 
*Atua como ator em teatro desde 1995, diretor de teatro a partir de 1999, professor de teatro e graduado pela Universidade Federal de Ouro Preto (MG). Trabalhou em mais de 20 espetáculos em Passos, interior Mineiro e Paulista, além de Belo Horizonte, São Paulo e Curitiba.
- Toda opinião expressa neste espaço é de total responsabilidade de quem a emite.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

15
09
13
Yama-16.03.14
24-
07
E
WELLS---160816
B
18
22-
03
08
05
11

 

 

 

 

Leia mais

Municipal de Passos termina...
PASSOS (MG) - O Campeonato Municipal de Futebol de Passos será encerrado neste domingo (17), no Estádio Starling Soares, com as partidas finais nas duas categorias. No primeiro jogo da rodada dupla, pelo Varziano, às 8h30, se enfrentam Portuguesa e Oriente. Na sequência, Novo Horizontino e Fluminense vão disputar o...
Governo de MG divulga nota...
BELO HORIZONTE - Em nota, divulgada pela Assessoria de Imprensa do governo de Minas Gerais, a própria administração estadual afirmou que "não vai medir esforços para cumprir os compromissos assumidos junto aos servidores e aos cidadãos mineiros, com equilíbrio, trabalho e planejamento. O governo do...
Lacerda é recebido por...
BELO HORIZONTE (MG) - Após percorrer mais de 100 cidades mineiras nos últimos seis meses, o ex-prefeito de Belo Horizonte e, hoje, pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo PSB, Marcio Lacerda, visitou essa semana seis cidades das regiões Sul e Sudoeste do estado. Entre os dias 11 e 14 Marcio passou por Carmo do Rio Claro,...
Fechamento de escolas pode...
BELO HORIZONTE (MG) - Setenta alunos com deficiência de Monte Santo e Arceburgo, municípios da região Sul de Minas, poderão ficar sem escola de atendimento especial no ano letivo de 2018. A denúncia foi feita nesta dia 12, em reunião da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da...
Carmo: Feiras itinerantes...
CARMO DO RIO CLARO (MG) - Foi aprovado em primeira deliberação o Projeto de Lei (PL) número 55/2017 que regulamenta a realização de feiras itinerantes e temporárias no município. Também foram aprovadas emendas propostas pelos vereadores, dentre elas, a que garante o atual formato adotado pela feira...
Vagas de emprego disponíveis...
PASSOS (MG) - Confira as vagas de emprego no setor de captação do Sistema Nacional de Emprego (Sine) localizado no posto da Unidade de Atendimento Integrado (UAI) de Passos, na Rua dos Engenheiros, 119, Bairro Belo Horizonte, telefone (35) 3526-5955: Cód. - Vaga - Ocupação e Observações - Nº de...
Cássio destina recursos a...
BELO HORIZONTE (MG) - Trabalhando para o fortalecimento das entidades de Carmo do Rio Claro, o deputado estadual Cássio Soares destinou via emenda parlamentar R$ 20 mil ao Centro de Formação São José - Promoção da Família, e R$ 25 mil para o Lar do Idoso Frederico Ozanam, o que totaliza R$ 450 mil...
Balé do CPN se apresenta...
PASSOS (MG) - Nesta quinta-feira (14), acontece a apresentação do grupo de balé do Clube Passense de Natação (CPN), com o espetáculo 'Alice no País das Maravilhas'. Aproximadamente 90 crianças vão dançar e saltar no salão social, a partir das 20h. Esta é a...
Café: MG ganha Unidade de...
PASSOS (MG) - Maior estado produtor de café do Brasil, Minas Gerais agora conta com uma Unidade de Torrefação e Processamento do grão. Inaugurada nesta quarta-feira (13) no Campo Experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) em Machado, no Território Sul, a unidade vai otimizar a...
Vereador fiscaliza transporte...
CARMO DO RIO CLARO (MG) - De abril a dezembro de 2017, o vereador Paulo Marcelo Silva realizou, em quase todas as linhas escolares, uma fiscalização do transporte oferecido pelas empresas terceirizadas. O trabalho fez-se necessário diante de uma denúncia feita na Câmara Municioal de que o Poder Executivo estaria...